"Há sensações que são sonos, que ocupam como uma névoa toda a extensão do espírito,

que não deixam agir, que não deixam claramente ser."

 

Bernardo Soares, "O Livro do Desassossego"